Mixplano

Marketing

Plano de comunicação: Como montar um para sua marca

A divulgação da marca para o público deve ser uma tarefa minimamente planejada
Plano de comunicação

Imagine que, no bate-papo com um conhecido, as chances da conversa ir para um bom caminho e se tornar algo construtivo, como uma amizade, uma parceria ou uma troca de informações úteis, é maior quando ouvimos com atenção, nos atentamos aos detalhes da personalidade do outro, respeitamos opiniões e percebemos os pontos sensíveis da conversa.

‍Na comunicação com o cliente, para o sucesso do negócio, também queremos que a conversa dê frutos, como a compra e a construção de um relacionamento duradouro. Assim, precisamos cativar o público através do tom de voz e da personalidade da marca.

Leia também:

Tudo isso é importante para conquistar um espaço na mente do consumidor. Pode ser uma marca jovem, alegre e espontânea, ou trazer um tom maternal e cuidadoso na mensagem. Vai depender do que é oferecido e também do perfil do público. Esses pontos devem estar refletido nos textos e imagens que compõem a mensagem.

‍Por isso, o plano de comunicação vai te ajudar a definir e conhecer o público para quem a comunicação será divulgada, ouvir e entender seus pontos de vista, para conseguir criar uma conexão através da mensagem.

‍O plano de comunicação também deve estar de acordo com os objetivos e o momento do negócio. Por exemplo: está começando e ainda buscando construir uma audiência? Quer fidelizar clientes ou aumentar as vendas? Sua estratégia precisa ser definida a partir da intenção.

‍Vamos pensar em um jeito simples de construir uma estratégia de comunicação para o seu negócio, lembrando que pode ser a sua marca pessoal, inclusive:

‍O que comunicar?

‍Aqui, é preciso ir de acordo com o objetivo. Se você é novo no mercado e está buscando atrair clientes, sua comunicação precisa partir do princípio de que o público ainda precisa te conhecer, saber o que você oferece, onde podem te encontrar e porque deveriam experimentar seu produto ou contratar seu serviço.

‍Nessa hora, ter claro o posicionamento da marca é importante. Ele é o espaço que você pretende ocupar na mente do consumidor, o diferencial em relação aos concorrentes. Talvez seja a qualidade superior dos produtos ou uma especialização a mais para prestação de um serviço. Também pode ser algo como: “aqui tem o melhor preço” ou “a entrega mais rápida”.

‍Como comunicar?

‍Você precisa alcançar o maior número de pessoas possível dentro do público definido, ou o objetivo é fidelizar quem já comprou antes? No primeiro caso, talvez você precise separar uma verba de comunicação para fazer anúncios em redes sociais, no Google ou em mídias externas, por exemplo.

‍No segundo caso, o que você precisa é reconhecer esse cliente com uma estratégia para engajar através de conteúdos personalizados, oferecer descontos recorrentes ou criando um Clube de Fidelidade.

‍Para quem comunicar?

‍A segmentação do público é muito importante na comunicação. Mesmo quando o objetivo é alcançar o maior número de clientes, você precisa buscar dentro de um perfil que tenha a ver com a sua marca e o seu produto.

‍Um exemplo, é a localização para estabelecimentos físicos, em que o ideal é fazer sua mensagem chegar para o maior número de pessoas dentro de um raio de distância coerente com sua localização. É assim também que se começa a otimizar o investimento em anúncios. Contratar um profissional de marketing é uma boa saída para gastar melhor os recursos e atrair mais clientes.

Onde comunicar?

‍A mensagem precisa estar onde o público está, mas os canais para divulgar a marca também podem ser escolhidos de acordo com o objetivo e características do negócio.

‍É importante escolher um mix de canais para espalhar a mensagem, pensando que o cliente talvez precise de mais informações em algum momento, com um texto maior. Em outro, talvez ele precise apenas de uma chamada para a ação com uma mensagem curta, pois já viu sua comunicação antes.

‍Por exemplo, você cria um e-book e o disponibiliza no site com informações sobre o seu produto ou serviço. Para baixar, o cliente precisa informar seus dados de contato. Um tempo depois, você pode enviar um e-mail com mais algumas informações e uma chamada para ação no seu site.

‍Dessa forma você estará acompanhando o cliente, canal a canal, por uma jornada de interação com seu negócio, adaptando a mensagem para cada etapa até a conversão.

‍Quando comunicar?

‍Quando falamos em jornada de compra ou do consumidor, queremos dizer que ele tem vários momentos de interação com um negócio até que finalmente realize uma ação.

‍Primeiro ele precisa descobrir, ter o primeiro contato com o que está sendo oferecido e depois de mais algumas interações, ele passa a reconhecer e se familiarizar com a marca, então começa a considerar a compra, pois já é algo conhecido, até que finalmente toma a decisão.

‍Durante essa jornada, o cliente talvez precise ser exposto algumas vezes a sua comunicação, a chamada frequência de um anúncio. Se for demais, acaba desgastando, e de menos, pode não impactar o público. Por isso, é importante perguntar: quantas postagens fazer nas redes sociais? Quantos e-mails enviar por mês? Quantas inserções em um anúncio de TV? Quantos dias o outdoor deve ficar exposto?

‍Além da frequência, é preciso considerar os melhores dias e horários para impactar esse cliente com a mensagem.

Fonte: LigaPJ

Confira nossos planos de hospedagem:

Gostou do conteúdo? Assine nossa newsletter

Temas relacionados